segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

O esvaziamento do Paraíso Shopping Center


Da redação de O Estado do Tapajós


Dia 5 de fevereiro o Empório CR fecha as portas para reabrir, em seguida, no prédio onde funcionava uma revendedora de automóveis, também na avenida Mendonça Furtado.

Esta não foi a primeira e não será a última loja que deixa o shopping Paraíso que, desde sua inauguração, tem baixa ocupação.

No mês passado a Mundo Verde se mudou para a praça de São Sebastião. Já se fala que uma ótica será a próxima baixa.
Mas o que está mesmo acontecendo para que os lojistas comecem a bater em retirada do espaço do Paraíso?

Cezar Ramalheiro, cap do CR, diz que a administração do shopping é amadora e centralizadora, entregue nas mãos do ex-goleiro do Bangu, Palmiere, cujo nome consultado no Google apresenta referências nada edificantes.

Ouro motivo da crise é a falta de diálogo da administração com os lojistas e os abusivos preços dos aluguéis, que são superiores aos shoppings da capital, mesmo o espaço tendo um fluxo de clientes inferior aos congêneres localizados em Belém.

Quase metade das lojas ou atividades instaladas no Paraíso é de propriedade ou com ele tem sociedade a dona do shopping que, além disso,  fincou parentes em cargos estratégicos da administração, como o marketing.

Segundo Ramalheiro, nem mesmo a interface entre o shopping e o poder público foi estabelecida.Por exemplo, praticamente nenhum itinerário de ônibus centro-bairro  tem o shopping como referência. Eventos, cinema, diversificação da praça da alimentação também empacaram.

Ou seja: o Paraíso continua com uma administração meramente familiar, que atravanca o desenvolvimento do shopping, causa prejuízo aos lojistas e, por tabela, afeta o consumidor que deixa de ter  a sua disposição um espaço de compras privilegiado e com conforto.

5 comentários:

O Estado do Tapajos On Line disse...

O Blog do Estado não publicará comentários anônimos sobre a postagem acima.
Posição oficial da administração do shopping deve ser encaminhada por email, para o endereço oliveiramiguel2@gmail.com

roberta aguiar disse...

Santarém ainda infelizmente vai ficar nas mãos de gente que não tem visão. tava mais do que na cara que esse shopping tinha seus dias contados deste a sua inauguração,o problema principal do mercado local é a falta de profissionalismo.
uma pena pois santarém merecia ao menos um shopping.

O Estado do Tapajos On Line disse...

Para: Lucianna
Mande seu comentário para o email, com sua identificação completa.
Caso contrário, seu comentário não será publicado.

Paulo Leandro Leal disse...

Náo precisava ser nenhum especialista em varejo para ver que aquilo ali náo iria dar certo. Bastava entrar no shopping para ver que náo iria pra frente.

Caroline Moraes disse...

Eu creio sim que o shopping ainda tem uma chance. Ouço falar em vários projetos para o mesmo que podem dar certo e ajudar no crescimento do shopping que tem apenas um ano de existencia. Esses negócios custam a dar retorno, e é necessário que a populaçao acredite e torça a favor, dando ao menos o incentivo. Quanto a administração, é preciso maturidade e que ouçam as criticas como construtivas e nao como ofensas. Boa sorte aos funcionários do Paraíso e que acreditem que esse negócio pode sim ir pra frente