quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Vereador pede que blogueiro seja investigado pela PF

Da redação

O vereador Erasmo Maia, presidente municipal do Democratas, pediu em discurso da tribuna da Câmara, que o Blog do Jeso Carneio deve ser investigado pela Polícia Federal." Essas pesquisas do Blog do Jeso, mentirosas como ficou provado pelo resultado das urnas, deveriam ser investigadas pela Polícia Federal, já que o senhor Jeso adora mencionar o nome da PF em seus escritos tendenciosos", afirmou Erasmo.

Segundo o parlamentar, "na campanha eleitoral, essas pesquisas do Blog do Jeso chegaram a colocar a candidata para quem ele trabalhava a troco de dinheiro clandestino à frente de Alexandre Von, coisa que nunca ocorreu, até porque todas as outras pesquisas - eu digo e repito: todas as outras pesquisas apontavam a ampla vantagem de Alexandre Von sobre Lucineide", arrematou Erasmo.

Em aparte, o vereador José Maria Tapajós, que concorreu pelo PMDB à Prefeitura de Santarém, também criticou a manipulação de pesquisas eleitorais em Santarém. Tapajós entende que o Congresso Nacional deve tomar uma providência imediata para que a legislação coíba o uso de pesquisas falsas nas futuras campanhas.

Leia a íntegra do discurso proferido pelo vereador Erasmo Maia, na sessão de quarta-feira(10):

“Senhores vereadores, senhoras vereadoras desta casa. Minhas primeiras palavras são de agradecimento a Deus, à minha família e aos meus companheiros de partido.

 Saúdo, novamente, a vitória do nosso prefeito eleito Alexandre Von e sua vice-prefeita, a professora Maria José.

 Não fosse a providência divina e o nosso trabalho de oposição sério e responsável eu não estaria aqui para falar o que vou falar depois de confirmada nossa reeleição pelo Democratas.

Senhores e senhoras vereadoras, membros da imprensa e pessoas que ocupam as galerias. Nunca havia enfrentado uma campanha eleitoral tão sórdida, e até mesmo criminosa. Mas eu venci. 

Venci o terrorismo, o baixo nível, os panfletos anônimos com ataques a mim e a minha família, venci o uso despudorado da máquina pública colocada para comprar votos em minhas áreas de atuação.

Venci uma campanha de boatos e intrigas na internet para tentar desacreditar o nosso partido.

Essa mesma pessoa que usa internet como meio de chantagem e para atacar aqueles ou aquelas que não lhes rendem bajulação está envolvida até o pescoço na manipulação de pesquisas eleitorais.

Eu estou falando do senhor Osvaldo de Jesus Maciel Carneiro, vulgo Jeso Carneiro. Este nacional publicou e manipulou pesquisas em conluio com a campanha do PT, lamentavelmente.
 
As pesquisas mentirosas da Doxa que se diziam contratadas pelo Blog do Jeso - coisa que eu não acredito - porque foram patrocinadas pela campanha do PT para serem usadas no programa da candidata Lucineide.

Essas pesquisas do Blog do Jeso, mentirosas como ficou provado pelo resultado das urnas, deveriam ser investigadas pela Polícia Federal, já que o senhor Jeso adora mencionar o nome da PF em seus escritos tendenciosos.

 Na campanha eleitoral, essas pesquisas do Blog do Jeso chegaram a colocar a candidata para quem ele trabalhava a troco de dinheiro clandestino à frente de Alexandre Von, coisa que nunca ocorreu, até porque todas as outras pesquisas - eu digo e repito: todas as outras pesquisas apontavam a ampla vantagem de Alexandre Von sobre Lucineide.

O uso de pesquisas falsas, sua manipulação para tentar enganar o eleitor foram, felizmente, rechaçadas pelo povo de Santarém.

O Blog do Jeso, que já tem a fama de ser tendencioso e de servir de porta-voz de interesses escusos, agora está com uma tarja carimbada em sua página na internet: MENTIROSO.
 Muito obrigado.”

2 comentários:

Anônimo disse...

Engraçado que você esqueçe das pesquisas da eleição de 2008. Acho que você deveria ser investigado na época o Maia só vivia na frente e no final a Maria ganhou. Jornalista, seu telhado é de vidro.

O Estado do Tapajos On Line disse...

Pesquisas publicadas por O Estado do Tapajós, em 2008, apontavam a 60 dias da eleição a vantagem de Lira Maia. Das quatro pesquisas publicadas, a diferença de Lira Maia para Maria do Carmo foi dimunindo, chegando na reta final a se configurar empate técnico pela margem de erro. Todas as pesquisas contratadas foram publicadas. O resultado das urnas refletiu o quadro da última semana da campanha, quando Maria assumiu a dianteira. O jornal não publicou pesquisa na semana da eleição, ao contrário deste ano, quando mediu a intenção de votos 3 dias antes do pleito. Portando, as pesquisas de O Estado em 2008 refletiram um quadro de queda de Lira Maia e a subida de Maria do Carmo.