quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Aécio Neves diz que acordo do PT com PMDB não acelera escolha da oposição

Agência Brasil

O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), disse nesta quarta-feira (21/10) que a aliança do PT com PMDB para as eleições presidenciais de 2010 não acelera a escolha do candidato da oposição.

“Acho que até janeiro é um bom momento para o PSDB ter sua definição. Acho que o governo está montando sua estratégia. Vamos montar as nossas. Estamos confiantes em nossas chances.” afirmou durante o Congresso Brasileiro de Agências de Viagens, no Rio.

Sobre essa aliança acertada durante jantar na noite de ontem (20), Aécio ressaltou que o PMDB “tem valorizado alianças regionais, que devem acabar prevalecendo”. “Essas alianças vão ocorrer em função das perspectivas regionais que o partido tem. Em muitos estados, a aproximação do PMDB é maior conosco do que com o PT.”

-----

Leia mais

PT e PMDB selam aliança e Temer pode ser vice
Temer diz que é preciso ouvir estados para buscar concenso sobre chapa com PT
PSDB traça viagens para que Aécio e Serra tenham mais contato com a população

Um comentário:

Flamarion disse...

Qualquer acordo de aliança partidária tem que ser aprovado em convenção, que só acontece em junho do ano que vem. Por isso Aécio tem razão. Estão querendo passar o carro na frente dos bois. A melhor estratégia é a dele que, mineiramente, vai impondo seu nome como o melhor nome do PSDB.