quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Pesquisa Desttaq em Mocajuba teve 100% de erro


Pasmem.
O Desttaq Insituto, contrado por um federação de trabalhadores metalúrgicos para fazer pesquisa eleitoral para o governo do Pará, cujo registro foi pedido hoje ao TRE, errou feio suas previsões para a eleição de prefeito de Mocajuba.

Não foi um errinho qualquer.

A eleição fo vencida por Rosiel Costa(DEM), que obteve 88,49%. Na pesquisa da Desttaq a prefeito eleita aparecia com 40%.

Resultado oficial do TRE das eleições Mocajuba estão listados abaixo, uma colaboração do leitor J. Ninos:

ROSIEL COSTA (DEM) 7.240 (88,49%)
EDNO ROCHA (PT) 795 (09,72%)
JORGE COPA (PRB) 147 (01,80%)
WILDE COLARES (PMDB) 0 (00,00%)

O resultado da pesquisa do Desttaq também estão aqui:
 
WILDE COLARES                                       45,8%
ROSIEL COSTA                                           40,1%
EDNO ROCHA                                             6,6%
JORGE COPA                                             1,8%
NÃO SABE/ NULO/BRANCO                    2,5%

3 comentários:

desttaqrc disse...

Miguel Oliveira, o post publicado hoje, 20, referindo a empresa Desttaq merecesse algumas explicações:
De fato publicamos uma pesquisa em Mocajuba. Ressalte-se que no questionário todos os candidatos foram contemplados, todos foram votados. No entanto, os votos de um dos candidatos Wildes Colares foram anulados; portanto, na reformulação da conta dos votos válidos os índices, óbvio, foram outros. Ai meu caro, não tem pesquisa que acerte. Se verificarmos os votos nulos, 7.081, o que corresponde a 46,02% (TRE), detecta-se que a grande maioria desses votos era de Wildes, o que significa dizer que a pesquisa que apontou 45,8% para Wildes acertou dentro da margem de erro estabelecida.

Instituto Desttaq
Ronaldo Carvalho

desttaqrc disse...

Miguel Oliveira, o post publicado hoje, 20, referindo a empresa Desttaq merecesse algumas explicações:
De fato publicamos uma pesquisa em Mocajuba. Ressalte-se que no questionário todos os candidatos foram contemplados, todos foram votados. No entanto, os votos de um dos candidatos Wildes Colares foram anulados; portanto, na reformulação da conta dos votos válidos os índices, óbvio, foram outros. Ai meu caro, não tem pesquisa que acerte. Se verificarmos os votos nulos, 7.081, o que corresponde a 46,02% (TRE), detecta-se que a grande maioria desses votos era de Wildes, o que significa dizer que a pesquisa que apontou 45,8% para Wildes acertou dentro da margem de erro estabelecida.

Instituto Desttaq
Ronaldo Carvalho

desttaqrc disse...

Miguel Oliveira, o post publicado hoje, 20, referindo a empresa Desttaq merecesse algumas explicações:
De fato publicamos uma pesquisa em Mocajuba. Ressalte-se que no questionário todos os candidatos foram contemplados, todos foram votados. No entanto, os votos de um dos candidatos Wildes Colares foram anulados; portanto, na reformulação da conta dos votos válidos os índices, óbvio, foram outros. Ai meu caro, não tem pesquisa que acerte. Se verificarmos os votos nulos, 7.081, o que corresponde a 46,02% (TRE), detecta-se que a grande maioria desses votos era de Wildes, o que significa dizer que a pesquisa que apontou 45,8% para Wildes acertou dentro da margem de erro estabelecida.

Instituto Desttaq
Ronaldo Carvalho